segunda-feira, 9 de fevereiro de 2009

TEimosos são os burros..

Hoje vi um jogo de futebol na TV. Uma das equipas foi claramente prejudicada por um árbitro oftalmologicamente deficiente que, a dois metros de uma jogada, não conseguiu ver que um jogador se atirou para o chão, marcando um penaltie que não existiu e tirando toda a piada à competição. O costume, portanto!
O que me leva a escrever este post está relacionado com as declarações dos treinadores, na conferência de imprensa final. De um lado, ouvi um senhor que não me pareceu nada um treinador. Tinha um nome primaveril e falava como uma pessoa perfeitamente normal, sensata, inteligente, civilizada e educada e nem sequer perdeu a "tempera" pelo facto do árbitro lhe ter estragado a festa.

Do outro, ouvi um “professor” (ouvi dizer na rádio que apenas é "doutor"), que seguiu o caminho de sempre dos treinadores. Teimosamente, vendo que caminham para um beco sem saída em que se está a transformar uma modalidade que o público começa a abandonar, insistem em regressar ao palheiro pelo mesmo carreiro do passado.

Não ver para os lados, não reconhecer caminhos alternativos às mesmas frases estafadas, revoltar-se quando alguém “puxa por ele” e, sobretudo, abster-se de pensar, são atributos de “burro”… mesmo que carregado de livros, lhe chamemos "professor".

2 comentários:

ganda disse...

concordo plenamente com o que escreves.
Embora sobre o penalti poderia dizer mais uma palavrinha ou outra.
Eu vi o jogo num restaurante portugues em Berlin (casa algarvia). Quando se preparavam para mostrar o flash interview eu disse que o prof. n ia ter humildade suficiente para reconhecer que o jogo tinha sido equilibrado e q a haver uma equipa vencedora era o benfica.
Até me surpreendeu ao reconhecer que o benfica é uma grande equipa. Mas depois descanbou para a mediocridade de sempre. Achei particularmente piada á parte que ele disse que o Benifca e o Porto tinham objectivos "claramente" diferentes...
Ainda bem.

rearviewmirror disse...

Hoje fala-se do lance entre o Lucho e Reyes, em que não há lei da vantagem, e etc... acho que no futebol ingles, tal lance nunca seria sancionado.

Mas tenho mais uma questão.
O Suazo no desfio contra o Belenenses leva um toque do guarda-redes, e deixa-se cair (mal)... Aí vieram logo os insultos: "Burro, e tal"

Aí já não se falou da tal lei da vantagem...