domingo, 6 de outubro de 2013

Record Premium



Engraçado não dizerem que um Danilo dava para 6 orçamentos do Estoril...

sábado, 24 de agosto de 2013

FUNES QUEM?


Bem isto não anda nada fácil para os lados do MAIOR!
fomos buscar quem? Funes quem? promete o que?
para substituir quem?...
o Funes Mori promete fazer golos...mas esqueceram do final da frase que seria...mas não muitos.
Não me vou alongar só vou colocar as últimas épocas D'el Matador aka Tacuara aka "Jesus a culpa é tua" in Jamor e do gajo que promete fazer golos...mas não muitos!

mas pronto, um gajo que em 32 jogos marca 7 golos...isto dá-me confiança para a época...ou este também vai para a equipa B?

















segunda-feira, 19 de agosto de 2013

Já tinha saudades disto



Se isto acontecesse com o clube da fruta, mesmo com dúvidas em vários lances, já tinha falado o treinador, o presidente, o gato, o piriquito, tudo a criticar e a fazer barulho.

Porque como diz o outro "Quem não chora não mama".

ps. Com uma estrutura forte por trás, o Cardozo tinha jogado este jogo. 
E com ele em campo, somos indiscutivelmente mais fortes. 

sábado, 8 de junho de 2013

Os nossos convocados (parte2)


Bryan Garcia2013B
Deyverson2013B
Diogo Rosado2013B
Ghislain Mvom2013B
Miguel Vitor2013Plantel
Wei Huang2013B
Cafú2014B
Élvis2014B
Felipe Menezes2014Sport Recife
João Mario2014B
Júlio César2014plantel
Luciano Teixeira2014B
Paulo Lopes2014Plantel



Ruben Amorim2014Braga
Airton 2015I.Portalegre



Alípio2015....
Artur Moraes2015Plantel



David Simão2015Maritimo
Fernandéz2015Godoy Cruz



Garay2015Plantel
João Amorim   2015Trofense



Alan Kardec2015Plantel
Lindelof2015B
Maxi Pereira2015Plantel



Rúben Pinto2015B
Sancidino2015A.Viseu
Urreta2015Plantel
Cardozo2016Plantel
Carlos Martins2016Plantel
Carole2016B
Claudio Correa2016S.Luqueno
Didi2016B
Diego Lopes2016Rio ave
Djaló2016Toulouse
Enzo Perez2016Plantel
Ernesto Cornejo2016B
Gaitán2016Plantel
Hugo Vieira2016Gil Vicente
Franco Jara2016San Lorenzo
Harramiz Soares2016B



Leandro Pimenta2016A.Viseu
Léo Kanu2016Gremio Osasco
Lima2016Plantel
Luisao2016Plantel
Miguel Rosa2016B



Mika2016B






Rodrigo Mora2016River Plate
Nolito2016Granada
Nuno Coelho2016Aris Salonica
Oblak2016Rio Ave
Rafael Copetti2016B
Raphael Guzzo2016B



Sidnei2016B
Carlos Ascues2017B
Djaniny2017Olhanenense
Luisinho2017Plantel
Michel2017Plantel
Ola John2017Plantel
Salvio2017Plantel
André Almeida2018Plantel
Bruno Gaspar2018B
Bruno Varela2018B



Derlis Gonzalez2018Guarani
Gianni Rodriguez2018B
Ivan Cavaleiro2018B
Jardel2018Plantel
Hélder Costa2018B
Joao Cancelo2018B
Manuel Liz2018Fatima
Matic2018Plantel
Melgarejo2018Plantel
Nelson Oliveira2018Corunha
Nélson Semedo2018Fatima
Rui Fonte2018B



Valente2018B
André Gomes2019Plantel
Roderick2019Plantel
Fabio Cardoso2019B
Rodrigo2019Plantel

São 78 jogadores com contrato na Equipa A, B ou emprestados.
Parece que desses, segundo o nosso estimado RedFox, 9 foram convocados ás suas selecções, 3 deles jogadores que não fazem parte do plantel principal.

Ou seja, em 25 jogadores, foram convocados 5 ás suas selecções.

É um luxo de plantel, mas de certeza que anda tudo a dormir...

Os nossos convocados

GR - Oblak - Eslovénia
D - Garay - Argentina
D - Maxi Pereira - Uruguai
D/A - Melgarejo - Paraguai
M - Amorim - Portugal
A - Ola Jonh - Holanda
A - Cardozo - Paraguai
A - Nelson Oliveira

M - André Gomes - Portugal sub-20
A - Ivan Cavaleiro - Portugal sub-20

A lamentar o, espero, temporário afastamento de C. Martins da selecção Portuguesa.
A esperança que um dia Gaitan e Salvio regressem à selecção Argentina, mas para isso precisam de ser capitalizados com títulos e não com ilusões.

A salientar o infeliz imbróglio que Matic mantém com o seleccionador, que o impossibilita de ser titular indiscutível desta selecção, que segundo o selecionador, terá de pedir desculpas publicamente para ser chamado  e ter a esperança que dos 4 novos sérvios que já são do Benfica, pelo menos 3 deles mantenham a continuidade que têm feito na equipa nacional desde as camadas jovens.

Se disséssemos que apenas temos um internacional, estaríamos a fazer o quê?
Dar palha a quem a quer comer?


.



terça-feira, 4 de junho de 2013

Jesus escapa cruxificação, benfiquistas continuam no calvário

A minha única dúvida é se Djuricic acrescenta tanto, como acrescentou Ramires.

Se volta a dar inteligência de jogo à equipa, se trás capacidade táctica e que todos possam evoluir bem, a partir de uma solidez e não de fugazes repentinos, que sem amarelinha se apaga antes do tempo, ou seja, em Fevereiro , antes das competições europeias.

Independentemente dos defesas laterais que venham ou não a ser adquiridos ou de 2 ou 3 jogadores que possam ser vendidos, para o consumo interno, que é o mais importante, apenas falhamos redondamente em utilizar Enzo.

Temos 7 extremos e portanto não me assusta a venda de dois deles.

A venda de 1 ponta de lança também não é preocupante e se financeiramente for positivo, melhor.

No meio campo está a chave e nós tinhamos a certa (Gomes) e utilizamos a errada, custou-nos tudo.

É nesta perspectiva que encaro a renovação de JJ.

Contratar uma equipa para não dar espaço a que JJ invente por ele.

Vai ser difícil travar o egocentrismo dele, que vai querer naturalmente meter o seu cunho, para levar os louros todos.

Confiança em Vieira e Rui Costa, e deixar JJ meter os pinos no treino.

O resto é automático. Grande parte dos nossos jogadores seriam estrelas em qq equipa. Com JJ demora mais e não se aproveita ao máximo, sobretudo não se capitaliza em títulos.

Rédea curta à incompetência, para dar frutos o trabalho e esforço da direcção.

Já agora desejo para o próximo ano que quando JJ, falar em nome do Benfica, que se contenha.

A basófia é e foi utilizada até à exaustão, antes de ganhar alguma coisa. Há muitos Benfiquistas assim e que depois mais do que não terem clareza dos erros que são cometidos, permanecem na utopia das vitórias morais, chegando a voltar a apontar arbitragens, como se nós precisassemos disso, mas a maioria não é assim na sua essência, acredito. Nem pode sê-lo.

Não somos Sporting, não somos Jesus, ele é que tem de ser Benfiquista.

Quanto menos JJ tiver de escolher, mais perto estaremos do sucesso.

É impossível meter inteligência em alguém com manifesto deficit cognitivo e que, apesar do esforço, vê a sua capacidade trai-lo quando arrista emparelhar dois raciocínios em 2 frases complementares.

Não deve existir espanto, por isto, quando duas ou mais opções técnicas são incompatíveis, mas continuam a ser repetidas. É um processo normal da incapacidade interna do raciocínio que nos momentos de êxtase final, quando existe transposição do corpo, ao constatar a realidade que vem com violência no embate, não resolve numa evolução por limite orgânico, isto é, impossibilidade de se renovarem neurónios numa mente, num sistema já gasto.

Mas não é impossivel obter bons resultados com o paciente, se for bem limitado nas suas alegorias.

Começamos a próxima época, com a certeza de que o nosso maior adversário é interno ao clube. Igual aos 3 anos anteriores.

Só ficará escandalizado com a secura de titulos quem vive o Benfica a sonhar, mas realisticamente já referi como dar a volta a isto. Margem limitada ao treinador.

Medicação ajudaria, apenas se o doente aceitasse. Obviamente não se observou, pois ao invés do pedido de reforma antecipada por invalidez, houve uma renovação de contracto.

Preocupa-me mais quando sou eu a pagar o ordenado, como é o caso do presidente palhaço de todos nós. A situação é a mesma. Curiosamente o síndrome de Estocolmo também se verifica. Mas isso dava pano para mangas.

Força Vieira,  carrega Benfica.

quinta-feira, 30 de maio de 2013





Neste momento em que se discute a continuidade de Jorge Jesus à frente do Benfica, estes dados são uma pequena ajuda para dar um aspecto mais técnico à discussão que tanta tinta anda a fazer correr nestes últimos dias
Nos últimos 23 anos, o Benfica foi campeão 4 vezes. 
Com Jesus em 2009/10, Trapattonni em 04/05, Toni em 93/94 e Erikson em 90/91.
Venceu 4 taças da Liga, 3 taças de Portugal (perdendo 3 finais) e uma supertaça (perdendo outras 5).
Em 1990 o Benfica era 4º classificado do ranking Europeu, em 2001/02 era 91º,e agora na entrada da época 2013/14 encontra-se novamente num lugar de relevo (9º), e vai estar pela primeira vez no pote 1 da Champions League.

Exceptuando a temporada atípica de Trappattoni (04/05), para se ser campeão teve-se sempre de ter mais de 79% dos pontos ganhos para bater, principalmente, o Futebol Clube do Porto. 
A excepção foi esta época, onde a 2ª melhor pontuação dos últimos 23 anos, não teve reflexo em termos da conquista do titulo.

Jorge Jesus consegue fazer no campeonato 3 das 5 melhores épocas do Benfica, neste longo espaço de tempo.

Dados:
- Em 23 anos por 6 vezes o Benfica marcou mais de 100 golos numa época. 4 dessas épocas com Jesus.
- Em 9 vezes teve uma média superior a 2 golos marcados por jogo. Dessas 9, 4 foram com Jesus.
- Dos 4 campeonatos ganhos, em 3 deles foram conseguidos com uma grande veia goleadora, com mais de 100 golos na época, e com uma média superior a 2 golos por jogo.

Ou seja, para se ganhar o titulo nacional (ou estar nas decisões europeias e nacionais) temos de marcar golos, dar bons espectáculos, conseguir muitas vitórias. Não há volta a dar. E nós não conseguimos isso com nenhum dos treinadores medalhados que cá passaram nos últimos 20 anos, sem ser com Jesus.
Incrivelmente, dois dos melhores treinadores do Mundo da actualidade conseguiram até a proeza de ajudar o Benfica a fazer a pior época da sua história.

Pode não chegar para renovar o contrato, porque há algo que os benfiquistas não percebem, ou não querem entender porque a verdade custa: o Benfica perdeu a sua mística vencedora, a hegemonia do futebol português. 
Acho que é altura de nós, benfiquistas, pensarmos onde estávamos não há muito tempo (10/15 anos) e onde estamos agora.
E temos de pensar, friamente, se existe algum treinador melhor para o Benfica, neste momento.


Eu tenho uma ideia clara: existe um treinador que eu tenho a certeza que teria um grande sucesso na Luz: José Mourinho.

Como ele é apenas acessível a 5/6 clubes no Mundo, temos de ter a HUMILDADE de dizer que não há mais nenhum treinador que consiga lutar para o 1º lugar, com as especificidades muito próprias do nosso futebol (é só ver nos últimos 30 anos quantos treinadores estrangeiros foram campeões em Portugal) sem ser Jorge Jesus. 
Temos de perceber, que para chegarmos ao final desta época com a hipótese de ganhar tudo, tal não aconteceu por geração espontânea. Que para ganharmos por duas vezes à única equipa que derrotou o campeão Europeu em sua casa esta época.
Há que ter orgulho do futebol que apresentámos em Amesterdão, apesar de estarmos a jogar com um equipa que só no seu 11 inicial tinha investido mais de 230M€!  
Houve muito trabalho. Houve competência.

Há que ter a HUMILDADE de reconhecermos que não temos nenhum dos 100 melhores jogadores do Mundo. Nem pouco mais ou menos. 
Há que ter a HUMILDADE, que apenas um jogador nosso é titular indiscutível da sua selecção (Garay).
Há que ter a HUMILDADE de dizermos, que Jesus fez de um conjunto de jogadores normais, equipas fortes. Basta ter-se a noção que praticamente TODOS os jogadores que saíram do Benfica por vários milhões de Euros, baixaram e muito o seu rendimento desportivo (Coentrão, Di Maria, Javi Garcia, até David Luiz não veio a provar o que se esperava dele) e poderão ser transaccionados por valores muito mais baixos do que aqueles que o Benfica recebeu há 2/3 épocas.
Temos que ter a HUMILDADE para perceber que custa perder, mas o caminho é este que estamos a seguir.



Ele que renove, mas por objectivos claros. Que se reúna com a estrutura de futebol e perceba o que correu mal para se obter títulos. Quais são as posições que têm de ser reforçadas. O que se tem de fazer para combater o problema da arbitragem. Porque razão se aprova uma lei que permite os melhores árbitros mundiais apitarem os jogos mais importantes da nossa liga, e não se coloca em prática. Porque razão uma sede da federação é assaltada e não se sabe mais nada acerca disso? Há coisas que não se percebem, e não é Jesus que tem de tratar disso.
Apesar de muito ruído de fundo nos últimos dias, somos muitos e muitos milhares a apoiar Luis Filipe Vieira e Jorge Jesus.

Continuem.
Que nós estaremos sempre com vocês.

E claro com o nosso Benfica.



terça-feira, 28 de maio de 2013

Fim de época desportiva



Um pouco mais a frio, acho que está na altura de fazer um pequeno resumo da época desportiva.
Se não me falha a memória, foram estes os jogos do Benfica que tive a felicidade de ver ao vivo esta época.

Benfica-BArcelona (0-2)
Benfica-Spartak (2-0)
Benfica-Celtic (2-1)
Benfica-Fenerbache (3-1)
Benfica-Sporting (2-0)
Benfica-Olhanense (3-0)
Benfica-Gil Vicente (5-0)
Benfica-Leverkusen (2-1)
Benfica-Bordéus (1-0)
Benfica-Guimarães (1-2)

Grandes ambientes, grande futebol. 8 vitórias e duas derrotas. Não gosto de ver futebol no sofá ou no café. Se pudesse, via todos os jogos no estádio. Tens uma noção diferente do que é o futebol, tiras as tuas conclusões, escusas de estar a levar com comentadores mentecaptos, que nunca deram um pontapé numa bola. O futebol é para ser vivido nos estádios. Estamos numa era em que toda a gente tem direito de dizer aquilo que quer, embora pouco ou nada perceba do assunto. Seja Economia, Futebol, Politica, etc. Tens de ter uma opinião, senão o teu silêncio é interpretado como ignorância. E num país de 10 milhões de habitantes, com 3 jornais desportivos, mais uma dezena de generalistas, tem-se de escrever muito, ter muitos "opinion-makers" para se vender. É a lei da selva. Depois são blogs, FB, Twitters, etc. Barbaridades atrás de barbaridades. Mesmo tendo o cuidado de seleccionar minimamente a informação que queres que te chegue, muitas vezes os filtros parece que não chegam.
E lá aparecem os pseudo-especialistas/intelectuais (como é possível um Rui Santos falar ao domingo á noite na Sic Noticias sobre algo que ele não tem capacidades nem conhecimentos para o fazer) para dizerem aquilo que bem querem ou pensam.
Vês um qualquer programa de desporto Inglês e tens 4 ex-jogadores de futebol a falarem daquilo que sempre fizeram na vida: jogar futebol.
Aqui não. Serrão, Seara, Barroso, Dias Ferreira, CArlos Daniel, Freitas Lobo, Tadeia, o estatísticas do SCP, etc etc... eu até os mandava para as putas que os pariram, mas além de ser de mau tom, a frio podemos dizer que a culpa não é deles, mas sim de quem os põe lá.

Infelizmente, as notas artísticas ainda não ganham nada no futebol, embora seja claro (pelo menos para mim) que quanto melhor jogues, mais perto estás da vitória.
Chegámos a uma final europeia, 20 e tal anos depois de termos perdido com o Milão a taça dos clubes campeões europeus. Perdemos naturalmente, com uma equipa que gastou nos últimos 4 anos pouco mais de 400M€ em jogadores de topo mundial, embora a qualidade do nosso futebol tivesse esbatido diferenças.
Já o ano passado foi a mesma coisa, mas nesse jogo na Luz que vi ao vivo, ficou sempre a sensação que eles aceleravam e nós não tínhamos pernas nem pés para eles.
Falta de qualidade, de estaleca para aguentar a pressão, inexperiência, fadiga, infelicidade, azelhice, etc.
Falhámos em 4 dos últimos 5 jogos da época e deitou-se por terra aquela que estava a ser a melhor temporada que tenho memória.
Infelizmente.

Jesus em 4 anos perde 13 jogos pelo Benfica no campeonato. Em 3 épocas, (2009/10; 2011/12; 12/13) perdeu 6.
Trappatoni perdeu 7, e foi campeão. O futebol de romantismos não vale de nada.
Há 22 anos que não tínhamos uma percentagem tão grande de pontos feitos. 77 pontos só não chegavam para ser campeão com 16 equipas quando Villas Boas ganhou pelo FCP em 2011, e esta época.

Somos a 9ª equipa do ranking Europeu, apesar de termos um orçamento diminuto comparado com as equipas que nos rodeiam.
Quando Jesus chegou, éramos 23ºs. Depois de 2 quartos de final, uma meia-final, e uma final Europeia, estamos finalmente no lugar onde deveríamos estar sempre. Pote 1 da Champions, com clubes como Milão, Marselha, City, Dortumnd, PSG, Tottenham, Liverpool, Lyon, etc atrás de nós.

Pela época que fizemos, merecíamos ter um final diferente. Mas não me esqueço que isto é apenas futebol, e na sua essência são 11 contra 11, e o desfecho é sempre imprevisível. Ninguem joga sozinho, embora ás vezes se queira fazer passar o contrário. Se estivemos onde estivemos, foi por competência.
Perdemos um jogo no Dragão com um remate de um miúdo que andava castigado pelo FCP por ter sido apanhado a conduzir sem carta. (Se fosse no Benfica, caía o carmo e a trindade... o B.César espatifou o carro, e passados 10 min estavam equipas de tv á porta de casa). Izmailov leva o 5º amarelo no jogo antes, e não pode ser convocado com o Benfica.
Tal como fez com o Braga, o miúdo entrou, chutou e marcou. Era para ser dispensado, foi o homem do titulo.
Carlos Martins tem uma paragem cerebral e é expulso com o Estoril. Lima falha 3 golos. Artur dá (mais) um frango.
Com o Chelsea dentro da área por inúmeras vezes não conseguimos chutar a bola lá para dentro, embora lá tivéssemos chegado vezes sem conta.
Custa perder, principalmente depois do futebol que apresentámos.
E aí a culpa é de quem? Dos jogadores falharem individualmente em jogadas decisivas?
De termos sofrido 2 golos decisivos em fora-de-jogo (Estoril e Vitória)?
De Jesus? Tem a sua quota parte de culpa, com certeza. Mas foi ele que inventou um lateral esquerdo que eu quero que fique por muitos anos no Benfica. Inventou Enzo. Fez de Matic aquilo que é hoje. Foi ele que pediu Lima. Foi ele que deu a Cardozo toda a confiança do Mundo. Inventou André Almeida. etc
Temos um bom grupo de jogadores, em que apenas 1 é titular indiscutível da sua selecção (Garay).
O resto tem que pedir para jogar (Matic). Não temos nenhum dos 100 ou 200 melhores jogadores do Mundo. Nem mais caros. Mas mesmo assim, lá vamos jogando qualquercoisita á bola. Ainda conseguimos vencer (por duas vezes) a única equipa que esta época foi ganhar ao terreno do novo campeão Europeu.
Passámos (pela 4ª vez) os 100 golos marcados por época.
Infelizmente isso não vai servir de nada.

O nosso futebol é o espelho da sociedade. Compadrio, corrupção, favores, cunhas, dinheiro pela porta do cavalo, etc. Queres ganhar respeito, valor, tens de emigrar. Cá não tens de ser melhor. Tens de ser muito melhor que o resto. Principalmente no Benfica.

Resumindo, para não entrar em pormenores mais técnicos:
Foi uma grande época, e de certeza que todas as pessoas que foram ao Estádio comigo estas vezes todas não trocavam os momentos que passámos por mais uma vitória do Benfica.
Porque são eles que jogam à bola, são ele que o ganham.
Nós apenas fazemos a nossa felicidade, cada um à sua maneira.

Obrigado á malta que me acompanhou nesta jornada, Sinhá, Sandro, Toni, Nuno Rocha, Chavalo, Jaime, Vasco, Caguincha, Palmeira, Jota, etc etc pelos momentos vividos esta época.
Mas é claro que vai aqui um agradecimento especial ao "clã" Faustino, porque sem eles, acho que em vez de ver 10 jogos, tinham(os) visto só uns 5. Felizes da vida à mesma, mas sinceramente já estou com saudades de ir almoçar ao Pimenta, e agora ainda estamos em Junho!

Nós somos Benfica, nos bons e maus momentos, com a certeza que para o ano lá estaremos outra vez.














Nota: Final da taça de Portugal.
Mas que ambiente incrível.
A quantidade de pessoas sem bilhete que lá estavam era impressionante. E isto também é Benfica.





segunda-feira, 27 de maio de 2013

Dizem que sou doido da cabeça...


Não percebo os tumultos e o escândalo, quando já se sabia que isto ia acontecer. Tim tim por tim tim.

Com Enzo + Jesus=

NADA!


É como ver o mesmo filme várias vezes. A troca do ponta de lança por (outro) extremo e passar Gaitan para o meio. 17º e 18º (9º e 10º esta época) golos sofridos nesta altura e com esta alteração táctica.

Básico. Não muda, não vê, nada.

Enzerinho a correr atrás de Ricardo no 2º golo...

Priceless. Check-mate.

Foi assim que eu escrevi: "Não ganhamos ao Estoril, somos enrabados no Porto, somos enrabados em Amesterdão e a cereja vem no Jamor. A nossa sorte será se Enzo se lesionar, mas já a gastámos toda a chegar à final da Liga Europa... logo tenho dúvidas que tenhamos mais"

Foi esta a resposta que recebi: "Profeta da desgraça. No final vimos. O Benfica está a bater recordes, está a jogar espectacular. Os números falam por si."


Tá-se bem rearviewmirror! E mais que visto. ;)

Como é que é? "Aconteceu futebol" - dizes tu com "uma cara de safado", da tua própria autoria.

Não é por ser bruxo ou adivinho. Os erros não mudam, porque haveria de mudar o resultado no final e no momento da verdade?

O Jesus é burro que nem uma porta, o Enzo limita o jogo todo da equipa.

Nestas limitações impostas por eles mesmos, temos o Jesus muito bom para os erros que comete e Enzo joga muito bem, para o nível que imprime à equipa.

Tudo isto dá mesmo este resultado: Nada. Para não falar nas implicações futuras na vida do clube.

Temos o primeiro pote, certo?

Obrigado Vieira.... E custa dizer isto, mas.... casas com Jesus, ardes com ele.

É a conquista a celebrar. Não vou para a rotunda por isto. Diverte-te por lá, meio sozinho.

PS: Ainda tenho esperança de na próxima época estar de novo no estádio da Luz ao teu lado a ver o Benfica, mas como te disse há dois anos e meio, só quando Jesus não estiver lá.

Não mando em nada, senão em mim e no meu dinheiro. Não ajudo a pagar salários a incompetentes.

Mas isto já te tenho dito a cada jogo, que recebo o telefonema para ir. Não vale a pena. Houve uma excepção, quando o Vieira foi buscar, numa ponte, o super homem (Ramires). Não haverá mais nenhuma.

Nem andes iludido - O conselho é sempre o mesmo.

Apesar de encontrar uma espécie de conforto d'alma por ter antecipado e acertado nisto, qua não acho que fosse díficil perceber há bastante tempo, o coração de benfiquista não está menos devastado, não nos enganemos.

Sofro porque é cruel.

É cruel ver putos de 6 anos, da familia, a chorarem compulsivamente e os pais a dizerem que futebol não é nada importante e que não podemos ganhar sempre, mas que respondem aos soluços, que não querem mais ser do Benfica, porque nunca ganhamos.

Tanto ou mais que ver o sócio número 9 do Benfica, que tu conheces, nervoso, a ligar-me de propósito, não para festejar como gostaria, mas para confessar que vai entregar o cartão de sócio, que nunca sofreu tanto emocionalmente na vida que leva com 84 anos...

Esta boa gente está-se a cagar para o primeiro pote da Champions.

A cagar...