quinta-feira, 30 de maio de 2013





Neste momento em que se discute a continuidade de Jorge Jesus à frente do Benfica, estes dados são uma pequena ajuda para dar um aspecto mais técnico à discussão que tanta tinta anda a fazer correr nestes últimos dias
Nos últimos 23 anos, o Benfica foi campeão 4 vezes. 
Com Jesus em 2009/10, Trapattonni em 04/05, Toni em 93/94 e Erikson em 90/91.
Venceu 4 taças da Liga, 3 taças de Portugal (perdendo 3 finais) e uma supertaça (perdendo outras 5).
Em 1990 o Benfica era 4º classificado do ranking Europeu, em 2001/02 era 91º,e agora na entrada da época 2013/14 encontra-se novamente num lugar de relevo (9º), e vai estar pela primeira vez no pote 1 da Champions League.

Exceptuando a temporada atípica de Trappattoni (04/05), para se ser campeão teve-se sempre de ter mais de 79% dos pontos ganhos para bater, principalmente, o Futebol Clube do Porto. 
A excepção foi esta época, onde a 2ª melhor pontuação dos últimos 23 anos, não teve reflexo em termos da conquista do titulo.

Jorge Jesus consegue fazer no campeonato 3 das 5 melhores épocas do Benfica, neste longo espaço de tempo.

Dados:
- Em 23 anos por 6 vezes o Benfica marcou mais de 100 golos numa época. 4 dessas épocas com Jesus.
- Em 9 vezes teve uma média superior a 2 golos marcados por jogo. Dessas 9, 4 foram com Jesus.
- Dos 4 campeonatos ganhos, em 3 deles foram conseguidos com uma grande veia goleadora, com mais de 100 golos na época, e com uma média superior a 2 golos por jogo.

Ou seja, para se ganhar o titulo nacional (ou estar nas decisões europeias e nacionais) temos de marcar golos, dar bons espectáculos, conseguir muitas vitórias. Não há volta a dar. E nós não conseguimos isso com nenhum dos treinadores medalhados que cá passaram nos últimos 20 anos, sem ser com Jesus.
Incrivelmente, dois dos melhores treinadores do Mundo da actualidade conseguiram até a proeza de ajudar o Benfica a fazer a pior época da sua história.

Pode não chegar para renovar o contrato, porque há algo que os benfiquistas não percebem, ou não querem entender porque a verdade custa: o Benfica perdeu a sua mística vencedora, a hegemonia do futebol português. 
Acho que é altura de nós, benfiquistas, pensarmos onde estávamos não há muito tempo (10/15 anos) e onde estamos agora.
E temos de pensar, friamente, se existe algum treinador melhor para o Benfica, neste momento.


Eu tenho uma ideia clara: existe um treinador que eu tenho a certeza que teria um grande sucesso na Luz: José Mourinho.

Como ele é apenas acessível a 5/6 clubes no Mundo, temos de ter a HUMILDADE de dizer que não há mais nenhum treinador que consiga lutar para o 1º lugar, com as especificidades muito próprias do nosso futebol (é só ver nos últimos 30 anos quantos treinadores estrangeiros foram campeões em Portugal) sem ser Jorge Jesus. 
Temos de perceber, que para chegarmos ao final desta época com a hipótese de ganhar tudo, tal não aconteceu por geração espontânea. Que para ganharmos por duas vezes à única equipa que derrotou o campeão Europeu em sua casa esta época.
Há que ter orgulho do futebol que apresentámos em Amesterdão, apesar de estarmos a jogar com um equipa que só no seu 11 inicial tinha investido mais de 230M€!  
Houve muito trabalho. Houve competência.

Há que ter a HUMILDADE de reconhecermos que não temos nenhum dos 100 melhores jogadores do Mundo. Nem pouco mais ou menos. 
Há que ter a HUMILDADE, que apenas um jogador nosso é titular indiscutível da sua selecção (Garay).
Há que ter a HUMILDADE de dizermos, que Jesus fez de um conjunto de jogadores normais, equipas fortes. Basta ter-se a noção que praticamente TODOS os jogadores que saíram do Benfica por vários milhões de Euros, baixaram e muito o seu rendimento desportivo (Coentrão, Di Maria, Javi Garcia, até David Luiz não veio a provar o que se esperava dele) e poderão ser transaccionados por valores muito mais baixos do que aqueles que o Benfica recebeu há 2/3 épocas.
Temos que ter a HUMILDADE para perceber que custa perder, mas o caminho é este que estamos a seguir.



Ele que renove, mas por objectivos claros. Que se reúna com a estrutura de futebol e perceba o que correu mal para se obter títulos. Quais são as posições que têm de ser reforçadas. O que se tem de fazer para combater o problema da arbitragem. Porque razão se aprova uma lei que permite os melhores árbitros mundiais apitarem os jogos mais importantes da nossa liga, e não se coloca em prática. Porque razão uma sede da federação é assaltada e não se sabe mais nada acerca disso? Há coisas que não se percebem, e não é Jesus que tem de tratar disso.
Apesar de muito ruído de fundo nos últimos dias, somos muitos e muitos milhares a apoiar Luis Filipe Vieira e Jorge Jesus.

Continuem.
Que nós estaremos sempre com vocês.

E claro com o nosso Benfica.



12 comentários:

Anónimo disse...

Jesus é para ficar.

Paulo

TiagoFCR disse...

Excelente trabalho! É incrível olhar para estes factos, e não entender algo que é dito a meio do texto "verdade custa: o Benfica perdeu a sua mística vencedora, a hegemonia do futebol português".
Isto custa, mas é a realidade. O nome Benfica não ganha títulos sozinho, e é o que é às custas dos grandes treinadores e jogadores que fizeram parte desta casa ao longo dos anos. Acho extraordinário, que quando estamos a voltar a recuperar essa mistica vencedora, se pense em culpar um treinador e romper com um projeto que está a dar frutos.

Anónimo disse...

Espetacular.

Jesus é o meu treinador.

RedFox disse...

Tendencioso.

É preciso separar momentos financeiros e neste os de recuperação, de contenção e de aposta forte.

Este último momento foi iniciado com Fernando Santos e dps da venda de R. Rocha, manelelé e Simão.

F.Santos saiu rapidamente e sem tempo para fazer trabalho de fundo com a nova filosofia de investimento.

Comprar caro e bom, jogadores já formados fora, para vender ainda mais caro.

Tem resultado sobretudo nos jogadores de exclusiva escolha da direcção. Os jogadores de Jesus ou ficam para serem assobiados ou nem chegam a fazee a pré-epocs toda, mas isso nem é o pior porque ele pode ir buscar 10 micheles, que se tiver 1 rodrigo ou um lima, nunca terá oportunidade a não ser no sinho molhado de Jesus.

Por outro lado e tendo em conta estas fases de gestão, Jesus foi muito mais beneficiado q outro qq nos últimos 23 anos, com muito mais mão d'obra e de qualidade indiscutível. Os remendos foram feitos por sua opção e mais importante é constactar o facto q os resultados finais desportivos baixaram porporcionalmente à sua responsabilidade na formação da equipa.

Ou seja, ganhou o campeonato com uma equipa feita pela direcção e fernando santos e depois disso foi sempre a descer.

No 4 ano conseguiu perder tudo, com o orçamento mais elevado de sempre e depois de dizer na universidade de motricidade que neste momento apenasele mandava na equipa.

Ora, não devia ou tem de ter mão em cima constantemente.

Se ficar e td indica q sim, acho bonito ele já twr dito q contava com Rui Costa e só assinsva nessa condição e se por um lado é um abcesso esquizofrénico q ele próprio afastou da equipa pata reinar na miséria, por outro lado ele próprio confirma a sua lacuna cognitiva, deixa-me esperançoso ter alguém a formar uma equipa por ele e quem sabe mais tade alguém a ser treinador por ele.

Ele poderia ficar para a basófia em que é realmente bom.

o melhor português, depois de Mourinho...

J.Silva disse...

"Ou seja, ganhou o campeonato com uma equipa feita pela direcção e Fernando santos e depois disso foi sempre a descer. "

Jogadores campeões com Jesus, que em 2006/07 foram treinados por F.Santos

Quim (29J)
Luisão (17J)
D.Luiz (10J)

(em 27 jogadores utilizados)

Contando que F.Santos jogava no 4-4-2 losango, e o Benfica de Jesus em 4-1-3-2 e depois em 4-4-2 normal, não estou a ver a importância que do homem na construção da equipa campeã de 2009/10...

Rearviewmirror disse...

Nestes anos, antes de Jesus chegar, e falando do reinado Vilarinho/Vieira, foram contratados para o Benfica os seguintes jogadores:

01/02 Enke, Argel, Fernando Meira , Julio Cesar, Maniche, Zahovic, Drulovic, Mantorras, Drulovic, Simão Sabrosa, Andersson,
02/03 Miguel, Ricardo Rocha, Tiago, Roger, Helder, Petit, Geovanni, Nuno Gomes
03/04 Fyssas, Manuel Fernandes, João Pereira
04/05 Quim, Luisão, Alcides,Nuno Assis,
05/06 Leo, Nelson, Anderson, Alex, Karagounis, Laurent Robert, Miccoli
06/07 D.Luiz, Katsouranis, Rui Costa, Diego Souza, Kinkin Fonseca, Derlei
07/08 Butt, Maxi Pereira, Coentrão, C. Rodriguez, Cardozo, Bergessio, Di Maria, Makukula
08/09 Sidnei, Aimar, Ruben Amorim, Carlos Martins, Yebda, Reyes, Urreta, Suazo

Isto falando só em contratações importantes, deixando de parte Bynias, Balboas, e outros que ainda custaram uns milhões aos cofres do Benfica.

Treinadores foram: Jesualdo Ferreira, Hupp Heycnes, Toni, Mourinho, Koeman, Camacho, Trappattoni, Quique Flores, Fernando Santos.

Tivemos sempre jogadores de qualidade, e coxos, como temos agora.
A diferença é saber aproveitá-los.
Jesus, pode ter muitos defeitos. Para nós, apenas leigos na matéria, que pouco ou nada percebemos de futebol, que não treinamos equipas, que sempre jogámos mal e porcamente, que somos treinadores de bancada/café/sofá, está sempre tudo mal, porque na teoria, como já disse, somos todos bons.
Jesus pegou num médio esquerdo vulgar, e fez dele o melhor lateral esquerdo da Europa.
Pegou num central adaptado a lateral, e fez dele um dos melhores centrais do mundo.
Pegou num extremo que jogava bem um jogo por cada 4 que jogava mal, e fez dele um dos melhores extremos do Mundo.
Pegou num numero 8/10 e fez dele um dos melhores médios centros do mundo (e que parece que já querem dar 30M€ por ele).
Fez de um médio ala o 2º melhor lateral esq do campeonato.
Pegou noutro médio ala, e fez dele um dos melhores médios centros que jogam em Portugal.
Somos uma equipa de adaptados.

Muitos ninguém não dava nada por eles, outros estão no nosso plantel a custo zero ou quase (Artur, Melga, André Almeida, André Gomes, Urreta, Jardel, Paulo Lopes, Nolito, Urreta), outros envolvidos em vendas astronómicas de forma a baixar os valores das transferencias de Coentrão, Di Maria e D.Luiz (Garay, Rodrigo, Matic) mas foram (e bem) capitalizados, e outros foram caros, porque o que é bom, paga-se.

"o melhor português, depois de Mourinho... "
Esse também não ganhou nada.
Passou a ser pior treinador do que aquilo que é?



Rearviewmirror disse...

Orçamento mais caro de sempre, mas mesmo assim inferior ao do FCP, como sempre o tem sido...

RedFox disse...

Essa visão que tentas impingir de que Jesus é o único a lutar no sentido certo, contra toda uma estrutura que tenta dificultar ano após ano o seu trabalho. Quando metes na balança o que lhe é dado Vs pedido e consegues desculpa-lo de tudo.
Quando tornas o JJ num expert das adaptações, depois de perderes 3 campeonatos, 2 taças de portugal e duas taças da europa, por caisa dessas
mesmas adaptações absurdas, que apenas resultou uma, coentrão.

Tenho-te a dizer JJfanboy, que és maluco.

Rearviewmirror disse...

Uma???
Se considerares apenas coentrao, aí sao 30M€.
Matic? Nunca jogou a 6 na vida, é má adaptacao?

ganda disse...

Matic fez uma boa época, e melhorou muito, ou já se esquecem da tremideira que era qdo o matic substituia o javi garcia.

Adaptações ou evoluções não me espantam e são normais (Paul Scholes Hello!). fazer laterais de extremos não é uma caracteristica unica do JJ e nem foi novidade no benfica (Miguel, João Pereira!! e até o coxo do Maxi).

Agora que o JJ continua (apesar de não morrer de amores por ele, acho que foi a decisão certa), vai ser interessante ver quem é que vai sair para entrarem os 3 ou 4 jogadores já comprados...

ganda disse...

There are three types of Lies
There are Lies, Damned Lies and then Statistics.

Rearviewmirror disse...

Pois, mas durante muitos anos, a evolução/venda de jogadores do Benfica com proveito era pouco ou nenhuma.
Simão custou 12M€ e foi vendido por 20M€ + 2 jogadores (que nunca vieram).
Miguel rendeu 8. Tiago 12M€ para o Chelsea (enquanto o FCP vendia Paulo Ferreira por 20M€ num ano, e Bosingwa por mais 20 no ano a seguir).

Jesus conseguiu isto:
Coentrão (1M€) --» 30M€
Witsel (6.5M€) --» 40M€
Javi Garcia (8M€) --» 20M€
Di Maria (7M€) --» 35M€
D. Luiz (2.4M€) --» 25M€ + MAtic
Ramires (7M€) --» 22M€ (50%)
Para não ir mais longe, e pensar em Gaitan, Rodrigo, Garay, Matic, Melgarejo, etc..

Mas se calhar é pouco...