domingo, 22 de julho de 2012

Benfica 2012/13

Com a pré-época a meio, e o primeiro jogo oficial a aproximar-se, está na altura de fazer uma abordagem mais abrangente em relação ao plantel do glorioso, e aquilo que poderemos esperar da próxima época.

Acho que o plantel será dividido em 3 partes: Um "núcleo duro", os rotativos de qualidade (ou aqueles que o JJ conta mais), e os suplentes/não convocados que irão fazer uns minutos na taça da  Liga e primeiras eliminatórias da Taça de Portugal.


Guarda-Redes 
Temos 3 GR. Mika deverá fazer uns jogos pela equipa B, por aqui tudo normal. Artur é um guarda-redes relativamente seguro, mas não me inspira confiança a 100%. 
Depois é que começam os problemas. 

Defesa 
Temos 7 defesas (+ o Melgarejo), 5 centrais, um lateral direito que dá para os gastos (nunca fui fã do Maxi, por muito que ele corra) e um lateral esquerdo com 27 anos, que jogou no Paços de Ferreira o ano passado. Uma coisa que não percebo é porque razão não ficámos com o Sidnei no lugar do Jardel, se o brasileiro fez 3 épocas pelo Benfica (18 aos 21 anos) e contava como jogador formado no nosso clube para as competições europeias..
Na equipa B teremos o Carole e o Luis Martins, dois laterais esquerdos relativamente conhecidos que já fizeram alguns jogos pela equipa principal, mas nenhum deles com qualidade para assumir de caras a titularidade numa equipa como o Benfica. Aliás, nenhum dos 4. Como é que isto se vai resolver? Não sei. 
O bom disto, é que qualquer um dos 4, em comparação com o que lá estava, ganha logo por antecipação. O que pode dar tempo para quem for fazer essa posição de crescer como jogador e tentar estabilizar na equipa.
Do lado direito, e mais uma vez, não temos alternativa ao Maxi. 
Parece que o Djaló pode acabar por jogar naquele lado, mas é completamente aflitivo pensar nessa opção. A alternativa óbvia era chamar o Rúben Amorim de volta ao plantel. Como isso não vai acontecer, temos neste momento 30 jogadores no plantel (7 extremos) e um lateral direito. 
Em vários desportos diz-se que o ataque ganha jogos mas a defesa ganha campeonatos. Em 90% dos jogos para o campeonato, até podemos jogar com esta táctica nova de 4 extremos, que o JJ parece querer inventar. Na Liga dos Campeões, e nos jogos com as outras equipas que vão lutar connosco pelo titulo (Porto e Braga) a ideia de jogarmos com Melgarejo do lado esquerdo e Djalo do lado direito até me dá tonturas. Inconcebível. 

Meio-campo 
Na táctica do Jorge Jesus, sabemos que existe um jogador que vai fazer mudar a forma da nossa equipa jogar: Aimar.

Com ele em forma e em campo, jogaremos num 3 de meio campo, com ele Witsel e Javi. 
Sem ele, outro jogador avançará para o seu lugar: Carlos Martins (para mim o melhor reforço da época), Rodrigo, Bruno César ou Nelson Oliveira. 
A mecânica da equipa será completamente diferente conforme ele jogue ou não, porque não há mais nenhum jogador como Pablo Aimar. E aqui entram as duvidas, porque se JJ optar por jogar com Cardozo + 1 (Rodrigo,Nelson,Saviola), vai ter de ser feita sempre uma adaptação no corredor esquerdo ou direito de forma a equilibrar a equipa. E aí surge o outro grande problema: Witsel.
O ano passado a adaptação passou em fazer pender o belga mais para a direita do meio-campo. Mas ele não é médio direito, é um dos melhores números "8s" da Europa. E ele é sem duvida uma das nossas mais valias. Tirá-lo do seu habitat natural, é perdermos qualidade no nosso futebol. Bem, acho que vai depender de jogo para jogo, mas acho que vai ser usada uma destas 3 opções.





Acho que qualquer uma das 3 é válida, porque os jogadores são bons. Agora tudo depende sempre dos automatismos criados pela equipa, para pôr um o Benfica a jogar (novamente) um bom futebol que nos dê vitórias e titulos

Ataque
Aqui haveria muito a dizer, mas acho que basta referir os numero: 7 extremos mais 8 avançados centro para 3/4 posições. 15 jogadores! Dá 4/5 para cada posição. Sendo que Cardozo desde que não esteja lesionado nem castigado, joga sempre, temos 14 jogadores para duas posições. 

Se compreendo que jogadores como Michel e Hugo Vieira poderão aceitar de bom grado a situação de serem não convocados/banco, acho que vai ser difícil conciliar os minutos a dar a um conjunto de jogadores que têm claras intenções de serem titulares, como são Bruno César, Gaitan, Ola John, Carlos Martins e Nolito. Sem falar no Enzo Perez.


Conclusão

Temos um plantel claramente desequilibrado, 30 jogadores, 7 defesas (5 centrais e 2 laterais), 15 avançados para 3 posições, 5 médios para 3 posições também.

Acho que poderiam sair os seguintes jogadores: Roderick (emprestado), Enzo (emprestado/vendido) Djalo (vendido), Kardec (emprestado). Michel, Hugo Vieira, (emprestados) Matic e Mora.

Ficávamos com 22 jogadores, com mais dois laterais (esquerdo e direito) e um médio centro/trinco de qualidade 25. Mas estamos a menos de um mês do primeiro jogo oficial e esses 3 jogadores não aparecem.

Em termos de 11 titular, se resolvermos a questão do lateral-esquerdo, acho que teremos novamente uma equipa consistente com várias opções em termos de futebol.

Vamos ver.


7 comentários:

Anónimo disse...

Boa análise, acho que não foge muito daquilo que é a realidade do nosso clube.
Acho que Matic poderá fazer mais minutos do que o ano passado, embora que como tu, eu também não morra de amores por ele.

Não perdemos nenhum jogador do plantel até agora (acho que a sair, mais facilmente seria substituído o Gaitan que o Witsel), mas poderá acontecer.

Se calhar o Vieira está á espera do dinheiro dessa transferência para colmatar essas 3 posições.

Abraço

João Silva

RedFox disse...

ok...

Nem te armaste muito em Jesus. Vá lá.

Curioso é que para dar aquela consistência ao Melgarejo, não está a desfazer a defesa, não dando mais tempo a Miguel VitoR ou Roderick, sendo que desta meneira não vai contar com eles. Não tiveram oportunidade de mostrar ao público e é isso que o Jesus faz. Para levar a dele à vante sem grandes contra-argumentos. Indo preferir Jardel.

Miguel Victor terá oportunidade quando Maxi se lesionar (e deve estar para breve-já fez mais minutos esta pré-época que o Evaldo na época anterior toda) e Djaló der valente fifias que vão ser pontos perdidos.

Péssima preparação. Sem defesa esquerdo, deixa-me adivinhar, vem um sul americano à última da hora?!? Ou ficamos com o futuro coentrão a jogoar ali. (lol)

Luisinho já foi descartado, é notório.

9 Milhoes pelo Ola, pode não ser de criticar, mas só com Gaitan vendido.

Não gosta do Nolito... é claro. Para quê mantê-lo?

Vá lá que este ano quis o Carlos Martins. Porque o Matic... faz-me lembrar os jogadores do tempo do Vale e Azevedo.

Na frente Kardec, Saviola, Mora... epá estamos a brincar com eles?!?

Nem adeptos nem Jesus nem nonguém conta com eles.

Se ele dispensar o Nelson ou o Hugo Vieira, pondero cortar os pulsos. (not!)

Só podemos ter 4 avançados. Cardozo já sabemos. Rodrigo, Nelson e Hugo têm de ser as escolhas.

Com esta equipa que tínhamos era tão fácil corrigir as lacunas e tornar o Benfica dominador.

Mas para isso era preciso que Jesus não fosse um burro do caralho.

E quero acreditar que o Rui Costa mete as mãos à cabeça com isto, porque nada pode fazer... caso contrário teria de lhe chamar nomes também.

Rearviewmirror disse...

O problema disto, é que estamos a fazer um plantel profissional baseado em 3 fezadas:

1ª Luisinho ou Melgarejo, um deles arranque uma época "á Coentrão"

2ª Javi Garcia e Witsel não se lesionem

3ª Maxi não se lesione.

Deste muitas opiniões do que queres, mas não do que vai acontecer: Ele nunca dispensará Saviola (senão não tinha renovado com ele o ano passado).
Luisinho não foi descartado... ele é que está á espera que o Melgarejo engate...

Anónimo disse...

Precisamos claramente de opções para as faixas defensivas.
Mas já dantes precisávamos.

Vendemos o lateral suplente da selecção dinamarquesa sem lhe dar hipóteses de pelo menos mostrar o que valia...

Não se percebe...

Anónimo disse...

Manuel Fernandes
Simão
Taiwo
Ruben Amorim

Plantel fechado

Rearviewmirror disse...

Temos uns 6 laterais esquerdos com contrato: Luisinho, Shaffer,Emerson,Capdevilla, Carole, LUis Martins e agora o Melgarejo.

Nenhum serve?

Tem-se de pedir responsabilidades a quem contratou este exercito.

Pedro Santos disse...

acho que a tua última mensagem é o aspeto mais assustador do Benfica! 6 laterais e não há um que serve e não existe um responsável por isso : /

temos muitooos avançados, é sempre a mesma miséria..fora os emprestados Jara ou o Urreta(este último não percebo porque não fica na luz) quando 2 devem ser titulares indiscutíveis para sermos campeões (Cardozo e Rodrigo)

quanto à vinda do Manuel Fernandes, nunca mais me vou esquecer no ano do Fernando Santos, que preparámos a equipa para jogar com ele e depois esse animal(que não tem outro nome) forçou a saída da luz e deu cabo da dinâmica da equipa antes do campeonato...