quinta-feira, 8 de janeiro de 2009

O Futuro é já daqui a... um ano e 5 meses



Tanto quanto parece, o Sportem tem agora uma alternativa ao "Project Finance" que levou Soares Franco a apunhalar pelas costas Dias da Cunha e a colocar-se assim à frente da presidência leonina.

Descobriu-se afinal que aquele não passava de um flop financeiro, cheio de trafulhices que nenhum banco aceitou, ou não fossem os banqueiros portugueses, mestres nesse tipo de coisas.

Sem grandes alternativas, fizeram o que qualquer pessoa em dificuldades económicas faz e de seguida explicou com hipocrisia a genialidade da operação.

A não ser que tenham feito um negócio No mundo dos Bunker de Oliveira e Costa, parece-me que a consolidação de todos os créditos para um único e ainda uma descida divinal do Spread, esconde algo que o Sporting tenha que vir a dar um dia mais tarde, mas que não interesse muito falar agora, ou então foi obrigado a subscrever acções do Benfica como produto exigido pelos bancos.

Por um lado espanta-me que não houvesse nenhum proeminente Sportinguista que viesse a público levantar esta questão. Por outro não, porque este é daquele tipo de clubes que funciona à base da martelada financeira e do pontapé prá frente e todos sabem que não hà volta a dar.

No entanto eu percebo porque ninguém o fez. Afinal, ao mesmo tempo que mandava esta posta para os parolos de verde, que tem como previsões por exemplo, que a média de público nos próximos 10 anos será de 41 mil espectadores por jogo, o que é uma coisa no mínimo de suspeitar... Soares franco lançava ainda a Abertura de uma Academia na África do Sul.

É como dizer a uma criança não mexas aí, toma lá uma bolachinha. A criança vem a correr para a bolachinha sem questionar porque não deveria mexer lá... e mesmo que depois a bolachinha nem sequer tenha açucar, é sabido que já nem se lebra de voltar atrás para voltar a mexer.

Não sei se deva rir ou chorar, de rir.

A minha primeira reacção de surpresa foi questionar: África do Sul???

Mas porque raio num país em que o futebol é praí o 8º desporto principal e que tem praí apenas uns 8 clubes profissionais??

Na verdade o Sporting cometeu a proeza de pensar num país em que mais ninguém no mundo pensaria, ou que tivesse coragem(estupidez) de investir. Que tem como a suas figuras de proa no futebol o Benny McCarthy ou o Mokoena.

Depois de uma leitura pelos jornais, vi que afinal , não é bem assim, como o enganador Soares Franco falou à televisão.

Primeiro que tudo, o Sporting não vai gastar um único tostao nesta brincadeira. Vai sim vender a sua marca a duas empresas que comprarão 1 milhão de euros em acções do Sporting. E a academia vai servir o Grandioso clube Amador, Bloemfontein, que milita na 2ª divisão B, ou seja dois escalões abaixo do Poderoso Orlando Pirates, o clube com mais palmarés dos 8 da divisão principal.

Depois pensei porque não Angola ou Moçambique em vez de Africa do Sul, por exemplo, sempre têm mais tradição futebolistica e até caso de lá saísse um bom jogador, teria facilidade em naturalizar-se português, etc..

Meio perdido neste pensamento e na pausa para o café matinal, ao dirigir-me ao refeitório esta conversa estava no ar. Foi então que percebi toda esta genial ideia, depois de ver a reacção do colega lagarto que virando as costas com um sorriso misturado num piscar de olho e ar de esperteza disse : "o Mundial na Africa do Sul"... ;)


ESTÁ EXPLICADO!!!

Tudo isto foi grandiosamente engendrado para o Mundial!!!

Epá, genial...

5 centesimo de segundo depois pensei, mas o Mundial da África do Sul é daqui a um ano e 5 meses.

Que caralho de proveito é que o Sporting vai tirar daqui a um ano e 5 meses de uma academia para jovens num clube Amador nos confins da aldeia de Free State, no Mundial 2010???

Será que daqui a esse dia terão no mínimo montado a barraca? a relva já terá crescido ou será dada formação em escalracho?

Pois, nenhum. Afinal não é assim tão genial...

A não ser que... ah, é isso! Epá genial novamente.

A ideia passa também por criar uma academia casa pia da africa do sul, outra academia Real Massamá da africa do sul e outra ainda Academia Os Pastilhas da África do Sul, todas à volta da nova academia do Sporting da Africa do Sul.

A tentativa de criar um João Moutinho por ano e assim fazer 25 milhões de euros em vendas por epoca, no mínimo, fazendo uso de toda a experiencia na formação de jovens prodígios é, em si, uma ideia genial.

E ninguém vai dar por isso.

O Sporting a tentar vender gato por lebre, seja aqui, seja na Africa do Sul, é igual. E se ninguém acredita na Europa que o Moutinho vale isso, talvez seja mais facil a apartir de lá, até porque dizer por dizer mais vale dizer lá, já que ninguém vê ou liga ao futebol lá pros lados do Cabo da Boa Esperança.

O certo é que se venderam, como prostitutas sem dinheiro a chulos amadores.

O nome academia Sporting vale um milhão e nestas merdas não há que ter orgulho no que se tem, para os lados do clube de Campo Grande.

Quem quiser dar um milhão leva o nome, seja pra onde for, como for, para que for...

-SPORTEM À VENDA-



2 comentários:

Anónimo disse...

A colónia está a alargar,

Sporting Lisbon
Sporting Gijón
Sporting Montevideo
Sporting Luanda
Sporting de Espinho
Sporting Braga
Sporting Bengal
Sporting de Pombal
e agora Sporting da Africa do Sul

em breve todos estes sportings do mundo serão tantos como os benfiquistas e depois quero ver se se dizem que foi mal pensado.

rearviewmirror disse...

Só sei que o homem disse hoje que não se recandidata...

Não quer ficar ligado ao desaparecimento do Sportèm...

Depois é vender o património ao desbarato... eu quero uma daquelas cadeiras coloridas para por no meu quintal... ou o Moutinho... 10€ leva-se as duas coisas